Afinal, infiltração no joelho faz bem ou faz mal?

            Quando falamos em fazer uma infiltração de joelho, ombro, tornozelo ou qualquer outra articulação nada mais estamos falando do que aplicar diretamente dentro da articulação uma medicação que terá importante efeito local.

Infiltração do joelho

            Usada em larga escala e sem critérios no passado, a infiltração do joelho era uma forma que os médicos tinham de promover alívio da dor quando pouco se conhecia sobre as lesões que esta articulação apresentava. A medicação quase sempre usada era um corticóide que realmente promovia alívio da dor em um grande número de casos, e muitas vezes era a forma encontrada de fazer um jogador de futebol retornar aos gramados, pelo menos para uma partida decisiva, claro que sem entender o dano adicional que estava causando naquele joelho.

            Com o passar dos anos, estudos demonstraram que o uso do corticóide quando bem indicado é uma ferramenta muito importante no tratamento de várias doenças que acometem as articulações. No entanto, seu uso excessivo e muitas vezes sem um diagnóstico correto, o fez parecer um vilão, trazendo a falsa impressão que ele não deveria ser usado. Hoje, a infiltração com triancinolona (determinado tipo de corticóide) é de grande valia e deve sim ser realizada em muitos casos, desde que administrada por mãos experientes e respeitando os critérios estabelecidos para cada situação.

Infiltração de ácido hialurônico

            Novas pesquisas nos trouxeram uma medicação de aspecto gelatinoso chamada de ácido hialurônico, também de uso intraarticular. O ácido hialurônico já é produzido naturalmente nas nossas articulações e ajuda a compor o líquido sinovial (líquido que lubrifica a cartilagem). Em muitas circunstâncias, onde temos lesão ou até perda da cartilagem, também ocorrem mudanças tanto na quantidade quanto na qualidade deste líquido sinovial e a reposição do ácido hialurônico (viscossuplementação) torna-se primordial auxiliando nas funções de amortecer e lubrificar a articulação, trazendo como efeito para o paciente, um maior conforto e alívio da dor.

Deixe um comentário